Parabéns Professores pelo trabalho realizado em nossa escola!!!

FELIZ DIA DOS PROFESSORES!!!
QUE DEUS NOS ABENÇOE!!!
Cristiane Almeida
(Profª. do Projeto Inclusão Digital)

quinta-feira, 23 de junho de 2011

Corpus Christi


A Festa de Corpus Christi é a celebração em que solenemente comemoramos a instituição do Santíssimo Sacramento da Eucaristia. Propriamente é a Quinta-feira Santa o dia da instituição, mas a lembrança da Paixão e Morte do Salvador não permite expansões de alegria.

Por isso, é na Festa de Corpus Christi que agradecemos e louvamos a Deus pelo inestimável dom da Eucaristia, na qual o próprio Senhor se faz presente como alimento que fortifica nossa alma, nos santifica e nos concede a vida eterna junto à Santíssima Trindade. A Eucaristia é fonte e centro de toda a vida cristã. Nela está contido todo o tesouro espiritual da Igreja, isto é, o próprio Cristo, nossa Páscoa.

A Festa surgiu no séc. XIII na diocese de Liège, na Bélgica, por iniciativa da freira Juliana de Mont Cornillon, que recebia visões nas quais o próprio Jesus pedia uma festa anual em honra do sacramento da Eucaristia. Em 1247, realizou-se a primeira procissão eucarística pelas ruas de Liège, como festa diocesana, tornando-se depois uma festa litúrgica celebrada em toda a Bélgica.

Em 11 de agosto de 1264, o Papa Urbano IV decretou pela Bula Transiturus, a instituição da Festa de Corpus Christi, mas a celebração só ganhou caráter universal no séc. XIV, quando o Papa Clemente V confirmou a Bula de Urbano IV, tornando a Festa da Eucaristia um dever canônico mundial. Em 1317, o Papa João XXII publicou na Constituição Clementina o dever de se levar a Eucaristia em procissão pelas vias públicas.

A partir da oficialização, a Festa de Corpus Christi passou a ser celebrada todos os anos na primeira quinta-feira após o domingo da Santíssima Trindade. A celebração tem início com a missa, seguida pela procissão, que se encerra com a bênção do Santíssimo.

Fonte: www.catedral.org.br

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

sábado, 18 de junho de 2011

Festa Junina.


Conheça os significados e a origem dessa tradição popular.

Hoje tem casamento na roça! Prepare a pipoca, esquente a canjica e corra para o arraial, mas não pule a fogueira, nem solte balões. Começou a festa de São João! Todo ano é a mesma coisa: quando chega o mês de junho, iniciam-se os festejos! É hora de tirar do armário aquela velha roupa no estilo caipira, ensaiar a quadrilha, comprar estalinhos e esperar pelas barracas repletas de comidas gostosas e jogos divertidos. A festa junina, sem dúvida, é uma tradição muito antiga. Mas você sabe como ela começou?


Antes da era cristã, alguns povos antigos -- persas, egípcios, celtas, sírios, bascos, sardenhos, bretões e sumérios -- faziam rituais para invocar a fertilidade de suas plantações. Eles acendiam fogueiras para espantar os maus espíritos e desejavam obter uma boa safra. Isso acontecia em junho, época em que se inicia o verão no hemisfério norte. Esses festejos se perpetuaram. Mais tarde, passaram a ser seguidos não só pelos camponeses, mas também pelos homens da cidade na Europa.

No entanto, os rituais eram considerados pagãos pela Igreja Católica. Como não era possível dar fim a uma tradição tão antiga, a Igreja adaptou essa celebração a seu calendário de festividades no século IV. Estava iniciada a Festa Junina, que recebeu este nome em homenagem a São João Batista, um dos santos mais importantes celebrados em junho. Os outros são Santo Antônio (no dia 13) e São Pedro (no dia 29).

Segundo a religião, quando São João Batista nasceu, no dia 24 de junho, sua mãe, Isabel, queria dar a notícia à prima Maria. Como naquela época não existia telefone, ela combinou que acenderia uma fogueira logo após o parto. Assim que Maria visse o sinal de fumaça, saberia do nascimento. Essa seria a explicação católica para a fogueira de São João.




No Brasil, essa tradição chegou com os portugueses no período colonial e recebeu o nome de Festa Junina. Naquela época, era de interesse da Igreja abençoar esse tipo de festa -- cheia de comida e dança -- para tentar converter infiéis, como os índios e os escravos africanos.

Antigamente, também, existiam práticas de adivinhações nas festas juninas. Acreditava-se que algumas pessoas tinham o poder de ler a sorte e prever o futuro. Por isso, muitas mulheres iam às festas para descobrir com quem casariam.

Hoje, os festejos juninos não têm mais o cunho religioso que tinham no passado e independem da Igreja para existir. Fazem parte de uma celebração popular que pertence a todos: bairros, colégios, clubes, secretarias de turismo etc. Além disso, ao se misturar com a cultura indígena e africana, a festa junina brasileira recebeu características próprias...

Doces à base de milho e leite de coco, comidas feitas com mandioca, os ritmos de forró misturados à quadrilha e até mesmo o pão-de-queijo mineiro fazem dessa tradição um festival de brasilidade!

Fonte: Instituto Ciência Hoje/RJ.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

sábado, 11 de junho de 2011

Dica: Jogo Educativo


Jogo da Acentuação

Um game para você treinar os pontos principais do novo acordo ortográfico da língua portuguesa.



Para Jogar


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

terça-feira, 7 de junho de 2011

Dica:


UM POUCO DE NETIQUETA


Netiqueta é uma etiqueta que se recomenda observar na internet. A palavra pode ser considerada como uma gíria, decorrente da fusão de duas palavras: o termo inglês net (que significa "rede") e o termo "etiqueta" (conjunto de normas de conduta sociais).

Algumas regrinhas de netiqueta facilitam a comunicação via e-mail.

1. Evite o excesso de abreviaturas para não correr o risco de não ser compreendido ou mesmo mal interpretado.

2. Combine letras maiúsculas e minúsculas, da mesma forma que na escrita comum. Na Internet, escrever em maiúsculas é o mesmo que gritar.

3. "Emotion" ou "Smiley" (ícones formados por parênteses, pontos, vírgulas e outros símbolos do teclado, aquelas carinhas engraçadinhas do tipo :-)) denotam emoções. Podem ser usados, mas apenas em e-mails para pessoas amigas, e não exageradamente, do contrário a comunicação não será atingida. Evite-os em e-mails profissionais.

4. A linha "Assunto" ou "Subject" deve estar sempre preenchida com o assunto tratado em sua mensagem de e-mail para que o destinatário, sobretudo quando recebe muitas mensagens por dia, possa priorizar a leitura.

5. Quando você quiser enviar uma imagem, música, documento, planilha, mande-o em anexo e não como uma figura ou imagem. (Clique em "Inserir"/"Anexo"). São os chamados "attachments" (arquivos anexados ou "atachados"). Caso você vá remeter uma imagem erótica, precisa tomar cuidado dobrado, pois a pessoa que vai receber poderá ficar em uma situação delicada...

6. Evite repassar correntes, alertas sobre vírus, histórias estranhas e, cuidado com os "spam" (fazer um "spamming" é enviar mensagens por e-mail para dezenas de pessoas, listas de discussão ou newsgroups, não se importando com o interesse das pessoas destinatárias das mensagens).

7. Procure sempre conferir a veracidade da fonte de alguma informação que você esteja repassando. Lembre-se também de sempre indicar a procedência da mensagem.

8. Organize-se e tente responder a todos os e-mails que são enviados a você, dentro do bom senso, evidentemente.

9. Saudação. Assim como numa carta de papel, ao começar uma mensagem deve ser escrita uma saudação: como "Oi fulano", "Caro amigo",... a escolha fica a seu critério de acordo com o grau de intimidade com a pessoa.

10. Assinatura. Todas as mensagens devem ser assinadas, pois muitas vezes o programa de e-mail não identifica claramente quem a está enviando.

11. Quando você participa de alguma lista de discussão e deseja falar em particular com algum dos membros ou tratar de um assunto que não interesse aos demais participantes do grupo, faça-o em "PVT" (PriVaTe) ou privativo, isto é, escreva para o endereço particular da pessoa com quem você deseja se comunicar.

12. Faça a verificação gramatical e ortográfica de seu texto. É desagradável enviar e/ou receber mensagens cheias de erros.

As informações aqui contidas foram baseadas na obra de Maria Alice Soares de Castro: "Netiqueta - Guia de Boas Maneiras na Internet".

FONTE: http://ilove.terra.com.br


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...